BO

segunda-feira, 15 de agosto de 2016

UFO OVNI ETS ·O que? Plano dos ETs para se integrarem com a sociedade na Terra já está quase completo?

O que? Plano dos ETs para se integrarem com a sociedade na Terra já está quase completo?

15/08/2016 | Por n3m3 Comente
abdução-alienígena-exame

Numa entrevista com o jornalista Daniel Lizt, o professor de história da Universidade Temple (Pensilvânia- EUA) e pesquisador de OVNIs, David M. Jacobs, revelou detalhes sobre um programa clandestino e plano por uma espécie de alienígenas do mal para tomar controle da Terra e da humanidade.
O professor compartilhou detalhes das descobertas de sua pesquisa de mais de três décadas sobre a controversa síndrome da Abdução Alienígena.
De acordo com Jacobs, sua pesquisa sobre a abdução alienígena o levou à conclusão de que uma raça alienígena tem estado implantando um programa sinistro para criar uma raça de híbridos alienígenas/humanos.
O programa agora alcançou um estágio avançado e híbridos estão secretamente se integrando à sociedade humana. Os alienígenas híbridos, de acordo com Jacobs, são capazes de viver secretamente na sociedade humana porque são superficialmente idênticos aos humanos.
Referenciando estudos controversos anteriores da assim chamada síndrome da Abdução Alienígena, que ele conduziu em colaboração com outros investigadores, tais como Budd Hopkins e John Mack – professor de psiquiatria da Universidade de Harvard, Jacobs disse que a controvérsia gerada pelos primeiros estudos desencorajou acadêmicos de pesquisarem mais sobre a abdução alienígena. Muitos acadêmicos temem que ao se envolverem nos estudos de abdução alienígena suas reputações profissionais seriam danificadas.
Assim, após conduzir uma pesquisa pioneira, porém controversa, sobre casos de abdução alienígena (em colaboração com estudiosos como Hopkins, Mack and Elizabeth Slater), Jacobs descobriu que membros do ambiente acadêmico começaram a evitar a área de estudo, enquanto outros tentaram descartá-la como sendo um fenômeno psicológico comum, tal como a paralisia do sono.  Outros pesquisadores, tal como Ronald Siegel da Universidade da Califórnia, alegaram que as estranhas experiências de abdução alienígena poderiam ser explicadas devido às “forças alucinatórias normais do cérebro.
Apesar das tentativas de descartar as experiências de abdução alienígena, milhares de pessoas continuam a reportar que são abduzidos por alienígenas todos os anos e, de acordo com Jacobs, a maior ameaça à humanidade – uma tentativa por forças alienígenas ocultas de se apoderarem de nosso mundo e escravizarem a humanidade – está progredindo à sua finalização, mas o mundo todo não está ciente disto.
Jacobs alega que a finalização com sucesso do plano de domínio do mundo e escravização da humanidade está sendo facilitada pelo fato de que uma raça de híbridos humanos/alienígenas é superficialmente idêntica aos humanos.  Assim, eles são capazes de se infiltrarem e integrarem indetectavelmente na sociedade humana.
Jacobs criou os termos “Hubridos” e “Hibridos de Segurança” em referência à nova raça de híbridos.
Sua visão da natureza do fenômeno e de suas metas vem de encontros pessoais.
Jacobs alega que após ter entrevistado vários abduzidos, ele começou a desenvolver métodos de superar os códigos de controle mental implantados para fazer com que os abduzidos esqueçam suas experiências traumáticas durante a abdução.
Ele foi capaz de decifrar o programa de controle mental alienígena e invadir os níveis subconscientes, onde encontrou camadas de códigos de segurança que bloqueiam os abduzidos de lembrarem suas experiências e compartilharem-nas com os pesquisadores.
Quando trabalhava para abrir os sistemas de controle da mente, aparentemente ele disparou um sistema de alarme embutido, o qual sinalizou aos “Híbridos de Segurança” que alguém estava tentando ganhar acesso não autorizado.
Quando os “Híbridos de Segurança” ficaram cientes deste trabalho, eles decidiram cessá-lo através de ameaças. Mas apesar das ameaças, Jacobs foi capaz de desbloquear as memórias de vários abduzidos e descobrir segredos profundos sobre a natureza das experiências traumatizantes que eles eram submetidos durante as abduções.
Jacobs notou que a recorrência de elementos reprodutivos sexuais nos testemunhos dos abduzidos era a primeira pista dos motivos de engenharia genética e reprodutiva biológica dessa abduções.
A aparente obsessão dos alienígenas com as funções reprodutivas humanas e os detalhes dos testemunhos dos abduzidos indicavam que os alienígenas estavam envolvidos num programa hibridização genética para criar uma nova raça de híbridos humanos/alienígenas, de acordo com Jacobs.
Embora o ato de fazer os abduzidos esqueceram suas experiências de abdução poderia ser explicado parcialmente pela necessidade de evitar a lembrança de eventos traumáticos, provavelmente o motivo mais importante para os alienígenas é a necessidade de manter seu projeto de hibridização secreto.
O folclore da teoria da conspiração alega que os humanos foram criados por alienígenas e que estes ainda estão sendo manipulados geneticamente por alienígenas.  Alega-se que os humanos sejam descendentes de uma espécie alienígena, através de manipulação genética.  De acordo com o folclore, os humanos originaram de uma espécie alienígena da constelação de Lira.
Os lirianos seriam geneticamente relacionados aos alienígenas pleiadianos ou nórdicos, ambos espécies de humanoides.
Humanos e pleiadianos compartilhariam de uma linhagem ancestral comum com os lirianos. Durante um período de guerra, há milhões de anos, alguns lirianos teriam escapado de seu planeta na constelação de Lira e foram para a região da constelação das Pleiades.  Mas outros teriam viajado pelo espaço e descoberto a Terra há aproximadamente 200.000 anos.
Os lirianos teriam assentado no sistema estelar das Pleiades e evoluído para se tornarem conhecidos como os pleiadianos ou alienígenas nórdicos. Eles teriam evoluído rapidamente e se tornado espiritualmente avançados.  Mas os lirianos que teriam se assentado na Terra falharam com sua evolução espiritual.  E a tese é a de que eles teriam caído sob o poder de alienígenas reptilianos que chegaram na Terra pelo menos 600.000 anos antes deles.
Os humanos, de acordo com teóricos da conspiração, evoluíram dos lirianos através da manipulação genética de seu DNA pelos reptilianos, os quais seriam uma espécie de guerreiros com sede de sangue, originários do sistema estelar Alpha Draconis, na constelação de Orion.
Ainda de acordo com a tese, os humanos teriam aproximadamente cinco por cento de sangue reptiliano, mas alguns, especialmente os membros das famílias reais europeias, são 50 por cento reptilianos…