BO

quinta-feira, 31 de julho de 2014

UFO OVNI ETS · -Robô subaquático está sendo testado pela NASA para a exploração de mundos aliengíenas - OVNI Hoje! Cientistas do Laboratório de Propulsão a Jato da NASA estão testando uma...


Cientistas do Laboratório de Propulsão a Jato da NASA estão testando uma...


UFO OVNI ETS ·UFO hovers over Hearst Castle in tourist photo - Openminds.tv A California witness at San Simeon reported photographing an...



A California witness at San Simeon reported photographing an...


UFO OVNI ETS ·Ovnis PERU ": ENORME ENTRADA SUBMARINA DESCUBIERTA EN LA COSTA DE CALIFORNIA" de Pilar Zubillaga.

UFO OVNI ETS ·Encontrada en Veracruz Mexico, esta representacion muestra el arribo de la primera serpiente.




Encontrada en Veracruz Mexico, esta representacion muestra el arribo de la primera serpiente.

Encontrada en Veracruz Mexico, esta representacion muestra el arribo de la primera serpiente.

UFO OVNI ETS ·Vida Desconhecida Caso Travis Walton (EUA, 1975) Este é um dos casos mais conhecidos de suposta abdução alienígena no mundo. O madeireiro Travis Walton teria sido abduzido por um ovni na Floresta Nacional Apache-Sitgreaves, no Arizona, na frente de cinco amigos.



Caso Travis Walton (EUA, 1975)
Este é um dos casos mais conhecidos de suposta abdução alienígena no mundo. O madeireiro Travis Walton teria sido abduzido por um ovni na Floresta Nacional Apache-Sitgreaves, no Arizona, na frente de cinco amigos.
Após o desaparecimento de Walton, os demais relataram o caso à polícia e acabaram suspeitos de assassinato. Porém, depois de cinco dias de buscas, Travis reapareceu, a 80 km de distância, com sinais de esgotamento e desidratação e completamente desorientado. Ele acreditava ter sumido apenas por algumas horas.
O Caso Walton é um dos mais curiosos, porque foi um dos poucos episódios de abdução com testemunhas oculares e cujo protagonista desapareceu por dias a fio.
Além disso, tanto Walton quanto os amigos passaram por detectores de mentira, que nada apontaram. Este caso deu origem ao filme Fire in the Sky (Fogo no Céu).
Créditos: aventureiro do desconhecido
Caso Travis Walton (EUA, 1975)  Este é um dos casos mais conhecidos de suposta abdução alienígena no mundo. O madeireiro Travis Walton teria sido abduzido por um ovni na Floresta Nacional Apache-Sitgreaves, no Arizona, na frente de cinco amigos.  Após o desaparecimento de Walton, os demais relataram o caso à polícia e acabaram suspeitos de assassinato. Porém, depois de cinco dias de buscas, Travis reapareceu, a 80 km de distância, com sinais de esgotamento e desidratação e completamente desorientado. Ele acreditava ter sumido apenas por algumas horas.  O Caso Walton é um dos mais curiosos, porque foi um dos poucos episódios de abdução com testemunhas oculares e cujo protagonista desapareceu por dias a fio.  Além disso, tanto Walton quanto os amigos passaram por detectores de mentira, que nada apontaram. Este caso deu origem ao filme Fire in the Sky (Fogo no Céu).  Créditos: aventureiro do desconhecido

UFO OVNI ETS ·_REVELAÇÕES VATICANO SE PREPARA PARA CHEGADA DE UMA RAÇA EXTRATERRESTRE ALTAMENTE AVANÇADA.__

_REVELAÇÕES VATICANO SE PREPARA PARA CHEGADA DE UMA RAÇA EXTRATERRESTRE ALTAMENTE AVANÇADA.__
.
►↕Curtir _&_ Compartilhar↕◄: . __REVELAÇÕES VATICANO SE PREPARA PARA CHEGADA DE UMA RAÇA EXTRATERRESTRE ALTAMENTE AVANÇADA.__ . Fonte:http://libertesuamente13.blogspot.com.br/2014/01/revelacoes-vaticano-se-prepara-para.html

UFO OVNI ETS ·Segundo os astrônomos, é impossível que uma nave vinda de outro sistema planetário faça uma visitinha a Terra. Eles argumentam que as longas distâncias, além da dificuldade de obter a energia necessária para a viagem, tornam essa possibilidade praticamente nula.

Segundo os astrônomos, é impossível que uma nave vinda de outro sistema planetário faça uma visitinha a Terra. Eles argumentam que as longas distâncias, além da dificuldade de obter a energia necessária para a viagem, tornam essa possibilidade praticamente nula.
Segundo os astrônomos, é impossível que uma nave vinda de outro sistema planetário faça uma visitinha a Terra. Eles argumentam que as longas distâncias, além da dificuldade de obter a energia necessária para a viagem, tornam essa possibilidade praticamente nula.

domingo, 27 de julho de 2014

UFO OVNI ETS ·(Outro) Objeto misterioso é fotografado no céu de Marte pelo jipe-sonda da NASA - OVNI Hoje!

UFO OVNI ETS ·NASA: una misteriosa figura “luminescente” appare su Marte | Segni dal Cielo - Portale web di...

UFO OVNI ETS ·UFO mania: SWISS SCIENTIST SAY ATLANTIS WAS ON MARS & ANCIENT EGYPT TRADED WITH THEM

UFO OVNI ETS · -UFO SIGHTINGS DAILY: Black Knight Satellite Found In NASA Apollo 10 Photo, May 16, 2014, UFO... Hi, my name is Scott C. Waring and I wrote a few books and am currently



Hi, my name is Scott C. Waring and I wrote a few books and am currently...

UFO OVNI ETS · Caso Barney e Betty Hill ( O mais famoso caso de abdução ) O caso desse casal de classe média americana é importante para os estudiosos de ufologia por se tratar da primeira vez em que se estuda profundamente uma inter-relação pessoal entre terrícolas e irmãos do cosmos

Caso Barney e Betty Hill ( O mais famoso caso de abdução )
O caso desse casal de classe média americana é importante para os estudiosos de ufologia por se tratar da primeira vez em que se estuda profundamente uma inter-relação pessoal entre terrícolas e irmãos do cosmos. Este caso ocorreu nos Estados Unidos, com o casal Barney e Betty Hill, o qual seguia de carro, a passeio, para Portsmouth, no dia 19 de setembro de 1961.
Pretendiam continuar viajando durante a noite, devido ...

Caso Barney e Betty Hill ( O mais famoso caso de abdução )  O caso desse casal de classe média americana é importante para os estudiosos de ufologia por se tratar da primeira vez em que se estuda profundamente uma inter-relação pessoal entre terrícolas e irmãos do cosmos. Este caso ocorreu nos Estados Unidos, com o casal Barney e Betty Hill, o qual seguia de carro, a passeio, para Portsmouth, no dia 19 de setembro de 1961.  Pretendiam continuar viajando durante a noite, devido a um alerta do serviço meteorológico relativo à possibilidade de um furacão, pois desejavam estar em casa antes que este chegasse. Pararam em um pequeno restaurante em Colebrook, situado na região norte de New Hampshire, para fazer uma refeição rápida. Depois seguiram viagem, pois pretendiam estar em casa por volta de 02h30.  Já ao sul de Lancaster, os dois começaram a observar um objeto que brilhava muito no céu. O aparelho parecia acompanhar o trajeto do carro. Os Hill pararam o automóvel e observaram o UFO através de um binóculo.  Tratava-se de uma nave enorme, de forma discóide, a poucas centenas de metros do solo, apresentando uma cúpula giratória. Betty pôde notar claramente uma fileira dupla do que pareciam ser janelas. Tanto ela como seu marido tiveram a chance de observar através das janelas vários ocupantes do aparelho. Através do binóculo, Barney conseguia ver que alguns dos tripulantes da nave pareciam manejar uma espécie de painel de controle, enquanto o objeto descia lentamente.  Quando a nave pousou, Barney estava fora do carro, enquanto Betty, gritando, insistia para que ele retomasse ao carro. Porém seu marido parecia estar hipnotizado pelos olhos de um dos tripulantes do objeto. Sentiu que estava prestes a ser capturado, correu para o carro, Betty deu partida, mas logo em seguida o casal ouviu um estranho som eletrônico, e os dois foram prontamente envolvidos por um estado de sonolência repentina.  Tudo que aconteceu em seguida ficou bloqueado em suas mentes. Apenas se recordavam de que ouviram um outro som estranho e estavam viajando novamente pela estrada. Só tempos depois é que a amnésia começou a incomodá-los, e procuraram ajuda médica. Haviam perdido aproximadamente duas horas transcorridas naquela noite, das quais nada conseguiam se lembrar.  Após sucessivas hipnoses regressivas, realizadas separadamente com Betty e Barney Hili, o doutor Benjamim Simon, um psiquiatra de renome, pôde reconstituir passo a passo os acontecimentos vividos pelo casal. Ambos tinham sido levados para dentro da nave pelos seres, que pareciam usar uniformes.  Barney notou que a criatura que parecia comandar a nave, o único que aparentemente sabia falar inglês, usava um cachecol preto no pescoço, que caía sobre o ombro esquerdo. Segundo o casal, o traço que mais os diferenciava dos humanos da Terra eram os olhos.  Os seres ficaram surpresos quando não conseguiram remover os dentes de Betty, ao contrário do que tinham conseguido com Barney, já que este usava dentadura. Introduziram uma agulha no umbigo de Betty, sendo explicado para ela que se tratava de um teste de gravidez, com uma técnica semelhante que seria utilizada na Terra anos mais tarde, na década de 70. Quando a agulha foi introduzida, a contatada sentiu dor, que foi remediada imediatamente com o toque de uma das mãos do líder na cabeça de Betty.  Além do comandante (líder) e do “médico”, existiam aparentemente dentro da nave mais nove seres. Todos de baixa estatura. Seus corpos pareciam desproporcionais, apresentando um tórax grande, com braços mais compridos. Seus rostos eram planos, apresentando olhos muito grandes. Seu nariz era muito pequeno e a boca não passava de uma fenda. Segundo Betty, o líder e o “examinador” eram diferentes: mais altos, apresentando ainda uma cor de pele diferente. O que mais chamava atenção na tripulação da nave, entretanto, eram os olhos, diferentes de tudo que os Hill tinham visto até aquele momento.  Muito interessante é também a história do mapa estelar observado por Betty Hill dentro da nave. A contatada perguntou ao líder de onde eles eram, afirmando que já sabia que não eram da Terra. Nesse estágio da experiência. Betty observa um mapa retangular, que media em seu eixo maior cerca de 120cm.  Existiam várias linhas ligando as estrelas. Segundo foi explicado para Betty as linhas duplas significavam rotas comerciais, as linhas individuais correlacionavam estrelas que eram visitadas ocasionalmente, e as pontilhadas eram expedições. O líder perguntou se Betty sabia onde estava o nosso sistema no mapa. A contatada respondeu que não. Pouco tempo depois o casal era levado para fora da nave, de onde puderam observar a partida do UFO.  Durante as sessões de hipnose a senhora Hill conseguiu desenhar o referido mapa. De início não foi encontrado qualquer padrão comum entre o mesmo e nossas cartas celestes. Coube a uma astrônoma amadora, a professora Majorie Fish, a identificação das estrelas que apareciam no mapa. Inicialmente, apesar de muitas tentativas, a astrônoma não conseguiu também resultados positivos, mas com o passar dos anos, e a divulgação de novas cartas celestes, que traziam dados mais precisos, relativos às distâncias entre algumas estrelas das nossas vizinhanças cósmicas, foi finalmente encontrado um padrão exatamente igual.  Quando Fish tomou apenas as estrelas próximas de nosso Sistema Solar, que segundo astronomia terrestre teriam condições de possuir planetas adequados à vida, surgiu uma carta igual à desenhada por Betty Hill. Com base nesses estudos foi possível identificar o ponto de origem dos extraterrestres. Tudo parece indicar que seriam provenientes da estrela Zeta da constelação do Retículo, a cerca de 36 anos-luz do nosso sistema solar. A validade da interpretação de Fish foi posteriormente confirmada também por astrônomos profissionais. Estava descoberto um dos locais dos discos voadores.